Quanto vale o árbitro?

Calma…não quis ser literal no título…minha intenção neste post é refletir sobre a exposição de marca nos uniformes deles. Sim, “exposição de marca” e não “patrocínio” como muitos dizem, pois na minha opinião é justamente isso, e somente isso, que as empresas esperam quando se dispõem a adotar esta ação. Porém, o cuidado aqui é fundamental.

Explico analisando a figura do árbitro esportivo. Para facilitar, nos atemos ao futebol com o famoso “juiz”ou “professor”. Ao ser responsável por cumprir as regras do jogo e garantir que os atletas também a façam, acabam involuntariamente desagradando ambos os lados. Quem de nós nunca desabafamos com um deles?!?! Então por que raios alguém deveria investir em alguém odiado por tudo e todos? Pode até parecer o anti-MKT, não?

Justamente porque entregam o que muitos dos anunciantes querem: visibilidade de marca. Sabemos da alta exposição que tem dentro de um evento esportivo e, portanto, inegavelmente, entregam assim alta minutagem nas transmissões.

O ponto é que essa visibilidade, porém, deve ser analisada com bastante cuidado e critério. Isso porque é quase impossível dentro do MKT Esportivo dissociar “exposição de marca” de “atributos racionais ou emocionais”. E são esses atributos, na verdade, os resultados que os investidores buscam.

Afinal, a opinião sobre uma marca é mais importante do que eventualmente conhecê-la. Ninguém quer ser altamente conhecido, porém, reconhecido de uma maneira não positiva. Exemplo: uma marca às vezes está “na boca do povo”, no entanto, de maneira jocosa e que possa prejudicar a sua reputação!

Deixo no ar então a pergunta: será que vale aparecer associado a alguém geralmente odiado por tudo e todos, mas que é o responsável pela neutralidade, justiça e cumprimento das regras?

Talvez a saída aqui passe pela famosa “ativação”. Confesso que já vi muitas marcas de peso se aliando aos árbitros, porém, não vi nem sequer uma única ação para falar sobre esta parceria.

O debate está aberto.

2 comments

  1. David, tudo certo?

    Muito bacana esse post levantando o tema para discutirmos sobre essa modalidade de exposição da marca.

    Faço parte da equipe de Sports da MBA Brazil, capitaneada pelo Armênio Neto e que intermediou esse patrocínio.

    Os atributos positivos dos árbitros seriam chave pois eles são responsáveis pela ordem, por fazer a coisa do jeito certo. E usam cartões para isso !

    Daí criamos o “cartão vermelho contra o racismo” uma das inúmeras ações de ativação que criamos e oferecemos ao nosso cliente para ampliar a visibilidade gerada pela propriedade adquirida por 3 anos.

    Sim, acreditamos e muito em ATIVAÇÃO e novas ações serão colocadas em prática na medida que a marca conquiste uma maior fatia no mercado e consequentemente possa ampliar seus investimentos.

    Abaixo link do comunicado feito ao mercado pela SEMP TOSHIBA.

    http://www.semptoshiba.com.br/Blog/Institucional/2637/semp_toshiba_patrocinara_uniformes_de_arbitros_e_auxiliares_da_cbf

    Aqui link da matéria feita pelo Meio & Mensagem

    http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/noticias/2015/04/07/Semp-Toshiba-em-camisas-de-arbitros.html

    Grande abraço.

    Bruno Amodio – MBA BRAZIL

    Curtido por 1 pessoa

    1. Bruno, primeiramente agradeço pela proatividade em se manifestar sobre o post e explicar o ótimo trabalho realizado por você e sua equipe para a Semp Toshiba. Bom saber que este patrocínio foi fechado mediante análise é que há estratégia de ativação para sustentá-lo. Por fabro, conte com este espaço para divulgar o trabalho e, sobretudo, os resultados. Um abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s