Soberania norte-americana no esporte

A repercussão na mídia brasileira foi relativamente acanhada, mas neste fim de semana, pela terceira vez em sua história, os Estados Unidos conquistaram a Copa do Mundo de futebol feminina. Isso mesmo, as norte-americanas são tricampeões mundiais do chamado “soccer”. Apesar de favoritas à conquista do torneio, nos custa acreditar que o esporte seja um sucesso na terra do beisebol, futebol americano e basquetebol.

Ledo engano. Aliás, recomendo fortemente deixarmos os estereótipos de lado e nos convencermos de que estamos diante de (mais) uma revolução esportiva nos EUA. E que nos preparemos para uma hegemonia ainda maior deles no cenário esportivo mundial. By the way, Boston recém confirmou sua candidatura para sediar os Jogos Olímpicos de 2024.

Isso porque, além de dominar as modalidades já tradicionais nesse país, os yankees estão gradativamente se aperfeiçoando em práticas que até há pouco tempo ignoravam. E, como sabemos, quando se propõem a entrar em algo novo, o fazem com maestria, implementando a cartilha básica de gestão esportiva que os alçaram ao topo do esporte mundial. 

E essa fórmula é relativamente simples, porém, extremamente eficiente. Fica aqui o puxão de orelha a nós brasileiros, que teimamos em assimilar os conceitos básicos para o sucesso nos negócios esportivos.

Trata-se de uma combinação equilibrada de investimento no desenvolvimento dos talentos – processo de médio e longo prazo iniciado desde a infância em que se alia excelência de treinamento com formação educacional – com um esforço inigualável para tornar tal modalidade um grande entretenimento ao espectador. Resumindo, a ideia a tornar o mundo esportivo um grande showbiz. 

Há pouco tempo, o mesmo “soccer” que mencionei no início desse post não tinha um apelo relevante por lá. Apesar de sediar a Copa do Mundo da FIFA de 1994, a modalidade era considerada jogo dos “latinos” e, era obrigada a aproveitar as folgas das partidas de futebol americano para utilizar o gramado a fim de manter a chama acesa e poder ao menos compor um time nacional.

Em pouco tempo, viraram o jogo e fizeram da MLS uma das mais bem sucedidas ligas de todo o planeta. E a seleção, na esteira de um campeonato organizado, vem mostrando que em breve fará parte do primeiro escalão do futebol mundial.

Nas águas, os EUA também estão dando um show. Não estou falando da natação, em que tradicionalmente ganham tudo que disputam. Mas no pólo aquático, esporte que ainda lhes faltam tradição. No último mundial, disputado há poucas semanas, se colocaram no Top 4. Outra vez, a combinação de disciplina organizacional, gestão voltada para o sucesso e investimentos bem alocados resultou em sucesso. E certamente só irão melhorar.

Nas quadras, o cenário não é diferente. Falar do basquetebol ou vôlei é chover no molhado, mas quando mencionamos o futsal, vem a surpresa. Isso mesmo, o tradicional futebol de salão. Recentemente, a federação local (USA Futsal) decidiu popularizar o esporte a fim de criar uma liga profissional.

E o primeiro passo não poderia ser mais eficiente (e inteligente). Em parceria com uma agência brasileira, realiza ações por aqui que culminam em bolsas de estudo para jovens brasileiros que se destacam em torneios escolares. O parceiro da entidade é nada menos do que a Disney.

Imaginem, portanto, onde querem chegar! Que seja assim para o bem do esporte!

3 comments

  1. O aumento da audiência nos Estados Unidos para os jogos de futebol é um absurdo.
    Durante a Copa, foi o segundo povo que mais comprou ingressos, atrás apenas dos… brasileiros!
    O soccer já pegou lá, faz tempo, e não vê quem não quer!

    Curtir

    1. …e assim sera nos demais esportes. Basta adotarem a formula básica de gestão, que alia investimentos na formação de atletas desde a base até em proporcionar excelente oportunidades de patrocínio a marcas dispostas a realizarem ativações que tragam valor agregado.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s